dd
• NOTÍCIAS
Estudantes de Design são desafiados a construir um cosplay de papelão
Adicionada: 18/05/2017
 



Segundo o coordenador do curso de Design, professor Rodrigo de Oliveira, a primeira edição do 'cospaper' foi bastante positiva, principalmente pela qualidade das produções.



Criar uma fantasia em cinco horas é possível, mas quando é permitido usar apenas materiais como papelão, fitas e tecidos, a missão fica mais complicada. O desafio de ousar na criatividade e correr contra o tempo foi aceito pelos estudantes do curso de Design da Unochapecó, durante uma atividade integrada realizada no início de maio. O objetivo era homenagear personagens da cultura pop com um 'cospaper'. 

 

Através de uma convocação, os estudantes receberam as instruções de como funcionaria a atividade, que possuía regras claras: grupos de até quatro pessoas, orçamento de no máximo R$ 100 e a proibição do uso de tinta. A última regra tinha uma exceção, pois o papelão podia estar previamente pintado desde que, na hora da apresentação, estivesse seco. Um sorteio designou um personagem para cada equipe, que deveria demonstrar soluções criativas e funcionais para evidenciar as características fundamentais da figura. A ideia era criar uma fantasia que representasse fielmente o personagem, usando predominantemente papelão. 

 

Durante a manhã, os grupos puderam elaborar e confeccionar o projeto. Às 15 horas, a equipe entregou três fotos de um dos membros usando o 'cospaper', já finalizado. Depois dessa etapa, foi realizado um desfile, em que os estudantes puderam conhecer as produções dos colegas.

 

Segundo o coordenador do curso de Design, professor Rodrigo de Oliveira, a primeira edição do 'cospaper' foi bastante positiva, principalmente pela qualidade das produções. "Os alunos trabalharam pesado em poucas horas e resolveram problemas de forma criativa e original". "Os alunos trabalharam pesado em poucas horas e resolveram problemas de forma criativa e original". O professor conta que muitos acadêmicos fizeram testes durante a semana para avaliar se o projeto funcionaria na hora da apresentação, como o grupo da estudante Solange Schaefer, que recriou um personagem do desenho Pokémon. A acadêmica do quinto período gostou muito de participar da atividade, tanto pela temática quanto pelo fato de estar entre amigos. "Tínhamos cinco horas para criar o personagem, mas nem vimos o tempo passar. Trabalhamos em equipe e ficamos muito felizes com o resultado final".



Fonte: Unochapecó - Foto: Divulgação
 

Versão para impressãoVersão para impressão Enviar para amigoEnviar para amigo
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.