• Leia mais notícias de SAÚDE
Sistema de Telemedicina e Telessaúde é ampliado em Santa Catarina
Adicionada: 08/01/2018
 



O Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde opera serviços de forma integrada, facilitando a relação entre a Atenção Básica e os serviços especializados



Durante o ano de 2017, o Sistema Integrado Catarinense de Telemedicina e Telessaúde (STT), obteve bons resultados e ampliou seus serviços, agilizando e aprimorando ainda mais os diagnósticos e o acesso do paciente aos exames.

 

A Telemedicina permite a realização de exames de eletrocardiograma e dermatologia à distância de forma rápida e sem fila. Os laudos da radiologia são dados à distância e o arquivamento dos exames é online. Estão sendo introduzidas a tele-espirometria, exame pulmonar realizado de forma simples e importante para o diagnóstico de doenças, e a tele-eletroencefalografia. Esta última registra e analisa a atividade elétrica cerebral por meio de eletrodos colocados na cabeça do paciente.

 

Além disso, por meio do STT, a Regulação Estadual implantou este ano o sistema Tratamento Fora do Domicílio (TFD) online, as situações em que os pacientes precisam fazer tratamentos em outros estados. O objetivo da Secretaria de Estado da Saúde (SES), para o ano de 2018, é expandir essa ferramenta aos TFDs municipais, que realizam as transferências de pacientes entre os municípios catarinenses.

 

O Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde (STT) é um modelo funcional desenvolvido em parceria entre a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Secretaria Estadual de Saúde (SES), que opera serviços de forma integrada, facilitando a relação entre a Atenção Básica e os serviços especializados. Auxilia também, via Internet, o trabalho dos setores de exames de imagens dos hospitais de ação direta do Estado.



Fonte: Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado de Saúde | Foto arquivo: Paulo Goeth / SES
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.