• Leia mais notícias de MEU PET
Cão de 24 anos mora em Xaxim
Adicionada: 30/01/2018
 



Fred, da raça pinscher, é um dos cães mais velhos do Brasil



Após alguns dias distante de Xaxim, Sergio Reginatto estaciona o carro em frente à casa onde mora com a mulher e seus nove cães. O mais velho deles, chamado carinhosamente de Fred, possui 24 anos e é considerado um dos cães mais velhos do Brasil.

 

Ainda que não enxergue e já não tenha a mesma desenvoltura, Fred sente o cheiro do dono há quilômetros de distância e o espera na porta com o rabinho abanando a cada retorno.

 

O pequeno pinscher chegou na família Reginatto em julho de 1994, após ser comprado em uma clínica veterinária de Chapecó. “Ele era tão pequeno que cabia no bolso da minha jaqueta. Eu o trouxe para presentear o meu filho, que na época tinha três anos, mas ele acabou se apegando mais à minha filha que tinha 7 anos”, lembra o dono. 

 

Os filhos do casal cresceram, foram morar nas suas casas, mas Fred ficou. Sergio é empresário e produtor de eventos. Por ter uma agenda cheia, os cães passam a maior parte do tempo aos cuidados da mulher, Maristela Reginatto. 

 

“A minha esposa é a heroína do Fred. Ela tem um cuidado muito especial com ele. Não o deixamos sozinho nunca. Temos medo que ele tenha uma falta de ar ou algo assim”, explica o empresário. 

 

 

Vida de cão 

 

Alguns dizem que cada ano da vida de uma pessoa equivale a 7 anos de vida de um pet. Porém, nem sempre é assim. A expectativa de vida dos cães varia de acordo com o porte do animal e a raça. Quanto menor for o cão, maior a expectativa de vida, afirma o veterinário da clínica Trupe da Kuki, Pablo Bento. 

 

“Os cães menores vivem muito mais tempo que os de raça grande. Porém, eles amadurecem muito mais rápido nos primeiros anos. Um cão grande pode amadurecer mais lentamente no início, mas pode ser considerado idoso a partir dos 5 anos de idade e o animal de porte pequeno é considerado idoso a partir dos 7 anos”, esclarece o veterinário. 

 

A expectativa de vida dos pinschers é de cerca de 13 anos. “O caso desse animal que possui 24 anos é muito raro. Certamente ele foi muito bem cuidado e faz parte de uma minoria. É difícil um animal viver mais de 20 anos”, complementa o veterinário.  

 

 

Cuidados especiais 

 

Manter um animal doméstico vivo por tantos anos requer cuidados especiais. Fred come apenas sachês de rações úmidas ou frango desfiado, pois já não consegue mastigar como antigamente. O pinscher também possui fraqueza nas pernas e por isso passa grande parte da vida dormindo. 

 

Além disso, o cão já enfrentou dois tumores, passou por cirurgias, complicações respiratórias e possui deficiência visual. “Ele só anda dentro de casa porque já conhece os cômodos. O Fred dorme em uma caminha ao lado da nossa cama e está sempre vestido para evitar resfriados”, conta Sergio. 

 

Apesar de suas limitações, o dono garante que Fred possui uma saúde de ferro. “Nós sempre levamos ele ao veterinário para fazer exames de rotina. O doutor que cuida dele assegurou que os órgãos estão em perfeito estado”, comemora. 

 

O veterinário Pablo Bento destaca que fatores como alimentação, acompanhamento veterinário e até mesmo castração contribuem com a saúde dos pets. “Os animais precisam estar com as vacinas e os exames de rotina em dia, além de terem uma alimentação de qualidade, dentro dos níveis energéticos e proteínas adequadas para cada espécie”.  

 

 

Temperamento

 

A raça pinscher está entre as mais cheias de energia. Eles costumam ser ocupados, curiosos, corajosos e imprudentes. Por essas características, muitas vezes eles são teimosos ou agressivos, principalmente com estranhos.

 

Em uma madrugada do ano de 2008, Sergio se preparava para viajar quando aproximou o rosto de Fred para se despedir. Antes de reconhecer o dono, o pinscher agiu por instinto e mordeu o nariz de Sergio. “Eu tive que desistir da viagem e ir para o hospital fazer ponto”, recorda. 

 

 

Como se fosse um filho 

 

Fred é tratado como parte da família Reginatto. Todas as noites, na hora de assistir o jornal na TV, Sergio segura Fred no colo e o acaricia. “Não tem um dia que eu deixe de fazer isso. O passatempo preferido dele é receber carinho no sofá”. 

 

Ele também é muito apegado às roupinhas e ao cobertor dele. A preferida é a camiseta do time da Chapecoense. “Ele é o nosso companheiro de todos os dias. Para mim é como se fosse um filho”, conclui o dono. 

 

 

A raça

 

O pinscher é um cão de raça alemã. Entre as principais características dos cães desta raça está a hiperatividade. No ranking que vai de 0 a 100, a inteligência do pinscher fica na 37ª posição. Apesar de ser um animal fácil de ser cuidado, o pinscher não é tolerante ao frio. Por isso os cuidados devem ser redobrados. 

 


Nove cães 

 

A família Reginatto sempre foi protetora dos animais. Atualmente, o casal possui nove cães de diferentes raças. Alguns deles foram resgatados da rua.



Fonte: Diário do Iguaçu | Foto: Arquivo Pessoal
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.