• Leia mais notícias de POLÍTICA
Alexandro Ferrari (PT) é eleito novo presidente da Câmara de São Lourenço do Oeste
Adicionada: 18/12/2018
 



O Partido dos Trabalhadores teve os dois vereadores concorrendo a cadeira presidencial 



A Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste elegeu na noite desta segunda-feira (17) a nova mesa diretora para os próximos dois anos, 2019/2020. 

 

O vereador Alexandro Ferrari (PT) foi eleito como o novo presidente, tendo como vice-presidente a vereadora Loreci Smaniotto de Oliveira (PSDB), primeira secretária a vereadora Ledeni Pieta (PTB) e segundo secretário o vereador José Deon (PSDB).

 

A posse acontecerá automaticamente no dia 1º de janeiro de 2019.

 

 

Divisão do PT

 

O Partido dos Trabalhadores teve os dois vereadores concorrendo a cadeira presidencial. O vereador Celso Bessegato obteve três votos, Ferrari cinco. Um voto foi em branco.

 

Bessegato, primeiro secretário em 2017/2018, explicou que houve uma primeira conversa onde ele seria o candidato. Após, outra, com o partido, onde Ferrari seria o candidato, depois, uma terceira conversa, onde ambos colocariam os nomes para a vaga. “A gente sabia que ele tinha um apoio”. 

 

“Eu já sabia que ia ser o Ferrari o presidente, a gente tinha essa visão, mas mantive meu nome. O partido não está rachado, se alguém pensar dessa forma. Não está. A gente conversou, entre eu e ele, conversamos com o partido também”, salienta Bessegato agradecendo a oportunidade que teve enquanto primeiro secretário e parabenizando o novo presidente eleito. 

 

Ferrari, enalteceu que em nenhum momento foi dito que o vereador Bessegato seria o presidente, mas sim que a presidência ficaria com o partido. “Nunca foi falado em nome, nós somos dois vereadores, então seria um de nós”. 

 

“Como o Celso ficou os primeiros dois anos como primeiro secretário, todo mundo citava o nome dele que seria o próximo presidente. Mas não tinha que seria ele. A gente se reuniu com o partido. Eu gostaria de ser o candidato, ele também gostaria de ser o candidato. Então chegou a conclusão, o partido nos liberou para nós pôr os nossos nome e o pessoal ia decidir quem ia ser o presidente. Consegui êxito”, complementa.

 

 

Acordo

 

O acordo firmado entre o PSDB e o PT ainda em 2014 se manteve. Na época, o vereador Edu Borges (PT) ficou com a presidência da Câmara nos anos de 2015/2016. 

 

No mandato seguinte o PSDB, com o vereador Agustinho Menegatti.

 

Agora, a presidência volta para o PT.



Fonte: Thaise Guidini/Tivi Net | Foto: Thaise Guidini/Tivi Net
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.