• Leia mais notícias de SEGURANÇA
Pessoas são presas por tráfico de drogas em Quilombo, após denúncia anônima
Adicionada: 12/01/2019
 



Em buscas na residência, foram localizados: 41 buchas de  cocaína, uma bucha de maconha, uma balança de precisão, um rádio comunicador, R$ 160,00 em espécie.



A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima por volta das 22h desta sexta-feira (11), informando que na rua Guerino Bodanese, bairro Santa Inês, em Quilombo, estaria ocorrendo tráfico de drogas.

 

Diante da informação recebida, a PM passou a monitorar o local durante todo o dia, através das câmeras da Central de Videomonitoramento.

 

Durante o dia foram constatados inúmeros momentos de entrada e saída de pessoas em veículos e a pé do local, que seria o local das vendas dos entorpecentes, fato esse que se comprovou através das imagens salvas.

 

O movimento perdurou durante todo o dia, adentrando-se também pela noite.

 

Em razão dos fatos relatados, a guarnição montou duas equipes, em duas viaturas, e fizeram a abordagem de uma motocicleta que estava no local.

 

 

Na residência foram identificadas as seguintes pessoas: 

 

- Um masculino de 18 anos, que assumiu ser morador da residência, mostrando onde escondia o entorpecente e que vendia cocaína;

 

- Uma feminina de 19 anos anos, companheira do dono da residência;

 

- E um masculino de 21 anos, que havia chegado no local para comprar entorpecentes, o qual em revista pessoal foi localizado em seu bolso 05 buchas de  cocaína que havia comprado.

 

Em buscas na residência, foram localizados: 41 buchas de  cocaína, uma bucha de maconha, uma balança de precisão, um rádio comunicador, R$ 160,00 em espécie.

 

Todos os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil do município de Quilombo.



Fonte: Da Redação TiviNet - com informações e foto: Polícia Militar
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.