• Leia mais notícias de SAÚDE
Duas cidades do Oeste catarinense identificam pacientes com dengue
Adicionada: 21/02/2019
 



Um dos casos é importado, um morador de Palmitos que adquiriu doença em MG. O outro caso é um turista mineiro que foi atendido em um hospital de Saudades



As cidades de Palmitos e Saudades, no Oeste catarinense, confirmaram que tiveram dois pacientes identificados com dengue.

 

Ainda nesta quinta-feira (21), um novo boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), com dados atualizados sobre o número de casos no estado, será publicado. No entanto, conforme a instituição, confirmações de prefeituras são consideradas oficiais.

 

Até a última quinta (14), 11 casos de dengue tinham sido registrados no estado: em Florianópolis, Itajaí, São José, Palhoça e Blumenau. Oito pessoas contraíram a doença dentro do território catarinense, os chamados casos autóctones, outras duas em outros estados, ou seja, importado.

 

 

Palmitos

 

Em Palmitos, um caso de dengue importado foi confirmado nesta quinta-feira. É o de um homem de 34 anos que esteve em Minas Gerais e, quando voltou, apresentou os sintomas.

 

Segundo a prefeitura, o paciente está isolado. Os familiares são monitorados e será feita uma ação de fumacê em pontos estratégicos da cidade.

 

 

Saudades

 

Em Saudades, conforme a prefeitura, a pessoa infectada também é de Minas Gerais e a suspeita é que tenha contraído a doença em Uberlândia. Por isso, o caso não deve ser computado como um caso catarinense.

 

O homem deu entrada no hospital de Saudades na última quarta-feira e dois dias depois teve alta. Ele também passou por Pinhalzinho dias antes, já que estava visitando parentes em Santa Catarina.

 

Ainda de acordo com a prefeitura de Saudades, foram feitas fumigações no município e são realizadas ações em possíveis focos do mosquito.



Fonte: G1 SC | Foto: Reprodução
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.