• Leia mais notícias de SAÚDE
Mãe relata sonho realizado ao ter segundo filho de parto normal
Adicionada: 05/03/2019
 



Ana estava na segunda gestação e queria que o filho Joaquim nascesse de parto normal, diferente da primeira gestação, quando houve o parto cesáreo



Um relato de uma paciente da Maternidade do Hospital Regional São Paulo (HRSP), chamou a atenção nas redes sociais nos últimos dias. A foto, com um dos braços erguidos em comemoração e o sorriso de Ana Lara Paglia não escondem a satisfação de ter conseguido realizar um sonho: o parto normal. Ana estava na segunda gestação e queria que o filho Joaquim nascesse de parto normal, diferente da primeira gestação, quando houve o parto cesáreo. 

 

O parto normal é possível após uma cesárea, porém é recomendado que a mulher aguarde o período de dois anos entre um procedimento e outro. Na página de relacionamento que Ana mantém, com mais de 40 mil seguidores, ela contou sobre como ocorreu o procedimento na última sexta-feira (01). Depois de sentir dores por volta das duas horas da madrugada, a gestante decidiu ir ao hospital com o marido. Quando chegou a Emergência do HRSP estava em trabalho de parto, com dois centímetros de dilatação. 

 

Em cerca de três horas no hospital aconteceu o tão esperado momento do parto do Joaquim. “Às 4h47min da manhã eu já estava na fase expulsiva. Foram quatro forças e o Joaquim nasceu. Lindo! Mágico! Emocionante! Nasceu enorme, com 3,865kg e medindo 51 cm. Não demorei para ter ele, não sofri nada, a equipe do Hospital Regional São Paulo foi incrível. Só tenho gratidão até agora por tudo”, conta Ana Lara.

 

Durante a gestação Ana Lara pesquisou bastante sobre os benefícios do parto normal. Assistiu vídeos que falavam sobre o procedimento e decidiu que iria tentar. “Assustam bastante falando sobre dor e ainda existe muito tabu sobre o parto normal. No meu caso foi muito tranquilo. Senti dor no momento expulsivo, quando é o nascimento mesmo, mas foi maravilhoso”, relembra a mãe. 

 

Poucas horas depois do nascimento Ana Lara já sentia a diferença na recuperação, em comparação com a primeira gestação. “O pós-procedimento compensa totalmente. Lembro que na minha primeira gestação (da cesariana) eu senti muita dor, passei muito mal. Agora estou muito bem, já amamentando. Quero dizer para todas as gestantes que não desistam dos seus sonhos, acreditem no seu corpo, acreditem na sua força, Deus faz tudo perfeito”, finaliza.

 

Para as gestantes que ainda estão em dúvida sobre o procedimento, o Hospital Regional São Paulo recomenda a participação nos Encontros de Gestantes. Nas palestras os profissionais da equipe multidisciplinar esclarecem dúvidas e fazem uma visita à maternidade, onde elas conhecem a sala de pré-parto humanizada e na sala de parto. O próximo encontro está programado para o dia 18 de abril, às 19 horas, no hospital. 



Fonte: Ascom Hospital Regional São Paulo | Foto: Reprodução
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.