• Leia mais notícias de SEGURANÇA
Ministério Público denuncia mulher de coronel da PM por homicídio do marido em SC
Adicionada: 09/06/2019
 



Promotoria entendeu homicídio como duplamente qualificado, pela utilização de meio cruel e por ter sido praticado de forma a dificultar a defesa da vítima.



O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) apresentou nesta sexta-feira (7) denúncia contra Tânia Zapelline Ribeiro pela morte do coronel da reserva da Polícia Militar Silvio Gomes Ribeiro, em Florianópolis. O homicídio foi caraterizado como duplamente qualificado, pela utilização de meio cruel e por ter sido praticado de forma a dificultar a defesa da vítima, de acordo com o MPSC.

 

A Polícia Civil encerrou a investigação na sexta-feira (31) e afirmou que o homicídio doloso ocorreu após uma "crise de ciúme". O coronel foi encontrado morto em 22 de maio dentro de casa. A mulher dele foi presa em flagrante no mesmo dia. Inicialmente, ela confessou à Polícia Civil ter matado o marido em legítima defesa.

 

De acordo com o MPSC, a mulher golpeou o marido na cabeça com um um halter de academia, o que causou o traumatismo cranioencefálico. Em seguida, cortou o punho direito e o pescoço da vítima com uma faca. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) aponta o corte no pescoço como causa da morte.

 

Ainda segundo o MPSC, para o caso ser classificado como duplamente qualificado, foi levado em conta que as lesões no crânio não foram imediatamente fatais, mas suficientes para produzir coma ou diminuição de consciência.

 

O advogado da indiciada, Claudio Dalledone Junior, afirma que a hipótese levantada pelo MPSC não irá se sustentar durante a instrução criminal. "A ausência de motivo desnatura por completo o roteiro eleito pelo Promotor de Justiça", explica.

 

Na confissão à Polícia Civil, a mulher havia dito que usou um haltere para se defender de uma ameaça feita pelo marido, depois que ela tentou evitar um ato de suicídio dele.



Fonte: G1/SC - Foto: Reprodução/Facebook
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.