• Leia mais notícias de SOCIAL
Cooper Caslo completa 41 anos de atividade em São Lourenço do Oeste e região
Adicionada: 11/06/2019
 



Para o presidente da Caslo, Valentim Casagrande de Macedo, o aniversário é o momento de olhar para o que já foi feito e construído e visualizar par aonde se pretende ir.



Com sede administrativa em São Lourenço do Oeste, a Cooperativa Agropecuária São Lourenço (Caslo) completou, neste dia 06 de junho, 41 anos de atividade na região. Com o compromisso de organizar e desenvolver a produção, hoje a cooperativa atende aproximadamente 700 associados e presta serviço de recebimento, secagem e armazenagem de grãos, comercialização da produção, de rações e concentrados, além da prestação de assistência técnica no campo. Na industrialização da produção pecuária – suínos, aves e leite – mantém estreita relação com a Cooperativa Central Aurora.

 

Para o presidente da Caslo, Valentim Casagrande de Macedo, o aniversário é o momento de olhar para o que já foi feito e construído e visualizar par aonde se pretende ir. “A cooperativa existe, pois existe o cooperado”, resume o presidente. Segundo ele, é uma satisfação poder contribuir com a produção de leite, suínos, aves e grãos, pois são produtos consumidos dentro e fora do país. “A gente precisa, cada vez mais, fortalecer o nosso sistema cooperativista e o nosso cooperado precisa acreditar na sua cooperativa”, disse ele lembrando que o negócio é do empresário rural associado.

 

Macedo não esconde que a cooperativa passou por dificuldades ao longo da história, contudo, afirma e defende que a Caslo contribuiu e está contribuindo com o desenvolvimento das atividades agrícolas na região. “A cooperativa é e precisa ser uma instituição justa. Com isso, ela permite que haja um equilíbrio no mercado e, consequentemente, garanta a competitividade nos negócios”, disse ele lembrando que assim todos ganham.

 

Para o futuro, Macedo disse que a perspectiva é de crescimento. “Espero que a confiança seja preservada e que o associado encontre nela [cooperativa] as ferramentas necessárias para seguir na atividade e crescer”. Segundo o presidente, mais importante que o crescimento da estrutura física da cooperativa, é o crescimento e desenvolvimento dos negócios do associado.

 

 

Agradecimento

 

“Nós precisamos ser o resultado daqueles que acreditaram no sistema cooperativo antes que nós”, disse Macedo chamando a atenção para a coragem dos sócios fundadores. Segundo ele, é preciso lembrar, parabenizar e valorizar os que acreditaram na ideia e iniciaram o trabalho. “Se não fosse a coragem deles, talvez hoje não estaríamos completando 41 anos e atendendo os associados e clientes”, finaliza parabenizando todos os associados, líderes, parceiros, equipe profissional, membros dos conselhos fiscal e de administração. “Todos fazem parte dessa história e, por isso, também estão de parabéns”.

 

 

Atuação

 

Além da sede administrativa e centro de distribuição em São Lourenço do Oeste, a cooperativa atende o quadro de associados e clientes com uma unidade de recebimento de grãos no distrito industrial de São Paulinho e mercados e agropecuárias nos distritos de São Roque e Três voltas e nos municípios de Novo Horizonte e Jupiá. 



Fonte: Marcelo Coan - Foto: Assessoria
 

Versão para impressãoVersão para impressão
 


-----...*As opiniões expressas nos comentários não condizem, necessariamente, com a opinião do grupo editorial do "Portal TiviNet" e estes são de responsabilidade de seus idealizadores.